Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.fps.edu.br/handle/4861/140
Title: Avaliação da integração ensino-serviço da rede SUS Escola Recife no âmbito da estratégia saúde da família.
Authors: SANTANA, Célia Maria Borges da Silva
Programa de Pós-graduação Stricto Sensu Mestrado Profissional em Educação para o Ensino na Área de Saúde
Keywords: Sistema Único de Saúde
Integração docente-assistencial
Educação em Saúde
Avaliação em Saúde
Issue Date: 2014
Abstract: Introdução: Nas últimas décadas, a formação dos profissionais de saúde alinhada aos princípios do SUS vem ganhando esforços, com foco no estreitamento das relações entre as gestões municipais e as Instituições de Ensino. Nesse contexto, a Secretaria de Saúde do Recife, através da atual Secretaria Executiva de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde (SEGTES), instituiu a Política de integração ensino-serviço da Rede SUS Escola, definindo competências e funções específicas a cada um dos atores envolvidos. Objetivo: avaliar a Integração Ensino-Serviço da Rede SUS Escola Recife na Estratégia Saúde da Família, considerando os três componentes de análise: 1. Gestão municipal de saúde (nível central e descentralizado), 2. Serviço (preceptor da Estratégia Saúde da Família) e 3. Instituição de Ensino Superior. Método: foi realizada uma avaliação normativa tomando como referência competências e funções específicas dos três componentes de análise, estabelecidas no Manual de Práticas de Integração Ensino-Serviço da Rede SUS Escola Recife. A coleta de dados foi realizada no período entre maio e agosto de 2013. Foram entrevistados três profissionais no componente de análise 1, 18 do componente 2 e dois do componente 3, sendo considerados para avaliação os seguintes pontos de corte: satisfatório quando as funções avaliadas foram atendidas num percentual maior ou igual a 80,0% de respostas positivas; parcialmente satisfatório: 50,0% a 79,99%; incipiente: 25,0% a 49,99% e crítico: menor que 24,99%. Resultados: o grau de adequação da integração ensino-serviço obtido no componente de análise 1 (Gestão Municipal de Saúde) foi parcialmente satisfatório (78,3%); no componente de análise 2 (Serviço) foi incipiente (44,7%) e no componente de análise 3 (Instituição de Ensino) foi parcialmente satisfatório (77,0%). O consolidado do grau de adequação dos três componentes de análise foi incipiente (49,3%). Conclusão: o grau de incipiência encontrado na integração ensino-serviço demonstrou o não cumprimento do que foi preconizado no Manual de Práticas de Integração Ensino-Serviço da Rede SUS Escola. Esse achado pode estar associado à complexidade na gestão da integração ensino-serviço, visto que a sua implementação envolve diferentes níveis de gestão e atores. O monitoramento e avaliação das ações promovem maior implicação das partes envolvidas em um processo que se caracteriza como dinâmico, inacabado e, portanto, em permanente construção.
Description: Dissertação apresentada em cumprimento às exigências para obtenção do grau de Mestre em Educação para o Ensino na Área de Saúde pela Faculdade Pernambucana de Saúde - FPS. Orientador: Edvaldo da Silva Souza Coorientadores: Ana Rodrigues Falbo, Isabella Chagas Samico
URI: http://repositorio.fps.edu.br/handle/4861/140
Appears in Collections:TCC (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Celia_Maria_Broges_da_Silva.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.